quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Coisas que ♥ no meu filhote

Arthur faz umas coisas muito fofas, que eu amo muito, muito, muito e que, junto com outras, me ajudam a conhecer cada vez mais sua personalidade. Tipo?

♥ O espirro falso - uma das coisas mais deliciosas, cuti-cutis, fanfarronas e engraçadas que meu filho faz é dar um espirro falso. Ele abre a boquinha, deixa os olhinhos semi-cerrados, se concentra para espirrar, mas o espirro falha e ele faz "atchim", rindo escandalosamente (sem som, of course) depois.

♥ Ri para quase todo mundo - eu amo gente simpática e bem-humorada, e Arthur é bebê dado. Ri para as pessoas na rua, no elevador, ri no meio de um choro ou reclamação, ri SEMPRE para mim. Ri, ri, ri, ri. Desde os vinte dias de vida!

♥ Suspiros e respiros - amo os barulhinhos, suspiros e ronronadas que ele dá enquanto mama. Tipo: "ai, era exatamente isso que eu queria, mamãe!"

♥ Mamar ainda que não haja peitinho - Arthur é bom mamador. Gosta da coisa e se empenha cada vez mais em mamar bem (está ficando cheeeeio de dobrinhas!). Então, quando ele dorme no meio da mamada e acaba soltando o seio, ele continua a fazer o movimento de sugar, com a boquinha aberta, mamando um peitinho inexistente. Tão fofo!

♥ Preciso me espreguiçaaaaaaaaaaaaaar - filhote adora se espreguiçar. Às vezes, no meio da mamada, do chamego ou da brincadeira ele para, levanta os bracinhos e se estiiiica, com uma carinha deliciosa de "aaaaaaaaaahhhh!".

♥ "Esse peitinho é meu!" - me derrete quando ele, ao terminar de mamar, faz questão de continuar deitado em cima do meu seio e pousa a mãozinha ao lado do rosto, como quem diz: "esse peitinho aqui, ó, é meu!"

♥ Beicinho - sério, até na hora de chorar Arthur é uma coisa! Olha no fundo dos nossos olhos, vai espichando o beicinho, faz cara de magoado e... nhéééé.

♥ Pezinhos em mim - no meio da madrugada, nós dois deitados, eu ofereço o seio e ele só sossega quando, deitado de lado, virado de frente para mim, consegue colocar seus pezinhos em contato com meu corpo.

♥ "Eu espero, mamãe" - sou meio enrolada por natureza, e com essa coisa de amamentar com dor e dificuldade nem sempre sou rápida no gatilho na hora de sacar as peitolas. Arthur, mesmo esfomeado, irritado ou ansioso, para de chorar e me espera.

Ai, filho, como eu te amo!

Um comentário:

  1. Que delícia!!!! Aperte ele muito, beije, dê cheirinhos!!!
    bjo

    ResponderExcluir